FIIs: Decisões de investimento que fazem toda a diferença


Antes de mais nada, o conceito de “decisões de investimento”, no melhor sentido do termo, em muito se integra ao que é pregado nos fundos imobiliários. Isto é, investir neste setor pode ser uma saída e tanto para aqueles usuários que possuem um capital relevante, mas não sabem qual é a melhor maneira de aplicar suas finanças. Ao longo deste artigo, faremos questão de mensurar – principalmente – as principais diferenças entre este modelo de investimento e as investidas convencionais em compras de imóveis. Confira:

Liquidez

Liquidez é uma característica fundamental no processo de aceleração de retorno financeiro a partir de um investimento bem programado. Na comparação dos efeitos de liquidez entre o FIIs e a compra de imóveis convencionais, por exemplo, o primeiro termo se condiciona pelo fato de algumas cotas são negociadas de maneira direta na Bolsa de Valores, fazendo com que o risco de não se conseguir comercializar o ativo seja reduzido a níveis exponenciais. Além disso, as complicações burocráticas passam longe desse procedimento.

Vantagens fiscais

Em se tratando do meio fiscal, qualquer vantagem legal é bem-vinda. No caso das decisões de investimento em FIIs, o benefício se dá através do fato de que, para pessoas físicas, não existe qualquer tipo incidência de Imposto de Renda sobre o rendimento distribuído pelo fundo. Além do gesto aumentar o retorno do investimento, a atividade se coloca extremamente diferenciada – e mais benéfica, de fato – do que as atividades voltadas única e exclusivamente para a compra de imóveis tradicionais.

Simplicidade

O fundo de investimento imobiliário é de tratamento extremamente mais simplificado do que o que se dá perante a compra de imóveis comuns. No primeiro caso e por meio do sistema de Home Broker, é possível que o investidor negocie suas cotas sem se preocupar com os cuidados de um imóvel – que, normalmente, são muito burocráticos. No segundo e a níveis de comparação, é natural que o investidor necessite se preocupar com certidões, ITBI, vacância e demais procedimentos desse tipo.

Sendo assim, alguns outros pontos também são essenciais na diferenciação entre os dois modelos de investimento. Confira alguns deles:

  • Fracionamento do investimento;
  • Gestão otimizada;
  • Maior assertividade.